segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

OS ASTROS E A HISTÓRIA DA

HUMANIDADE

Os hebreus, apesar de tentarem pôr muitas vezes introduzir em Israel o respeito às influências dos astros, só aceitaram esta prática pôr pouco tempo.

 Finalmente introduzida a prática de respeito e culto dos astros, no reinado de MANASSÉS (II Re.,21), só foi eliminado com a influência dos profetas e as reformas de JOSIAS (II Re.,23,4), que a considerou como infidelidade dos povos eleitos (Act.,7,42).

 A Bíblia, entretanto considera os astros e as estrelas como criações de JAVÉ   (Gen.1.16; 15.5; Sam.,8,4; 136,7-9, Is.40,26); numa quantidade incalculável só admitiam que Deus soubesse a sua quantidade (Ps.,146,4).  Escutavam a voz de Deus (Ecli.,43,10;Bar.,3,34) e, devido às ordens que recebiam (Sab.,7,19) propagavam a glória de JAVÉ  (Ps.,19,1-3; Job.,38,7).

 Segundo Gen.,2,1 os hebreus consideravam os astros e estrelas, como sendo um exército celestial sob as ordens de Deus, daí o nome de JAVÉ SEBAOT, ou seja, DEUS DOS EXÉRCITOS CELESTES (Is.,63).   Para afirmar o supremo poder de Deus, a Bíblia, considerava crime, todo aquele que idolatrava o exército celestial, assim como mantinha os astros sob seu domínio (Job.,0,7; Is.,13,10).     Todo e qualquer acontecimento, teria que ser anunciado pôr Deus, através de sinais dos astros e das posições das estrelas (Mat.,24,29., Mc.,13,25; Luc.,21,25).

 O fenômeno da ESTRELA DE BELÉM que anunciou aos MAGOS o nascimento de CRISTO não está ate hoje satisfatoriamente explicado. Em sentido figurado , O MESSIAS  é chamado ESTRELA DE JACÓB (Num.,24,17) e CRISTO ESTRELA DA MANHÃ (Ap.,22,16; cf.Is.,14,12)

Os corpos  celestes, notadamente o Sol, a Lua e as estrelas, desde épocas bastante primitivas, tiveram uma concepção muito importante na possibilidade de interferir tanto para o bem como para o mal na Terra e em todas as formas de vida existentes, inclusive no ser humano.  Levavam em consideração suas distâncias, luminosidades, regularidade, variações, fixidez, mobilidade;

 enfim toda e qualquer variação   que pudesse interferir através de seus fluídos  , nas formas de vida da Terra. Será que os conhecimentos astronômicos  conseguidos através de MODERNOS APARELHOS E NOVAS TECNOLOGIAS;  com o  conhecimento de  novas constelações , novos planetas (que já existiam desde o início do Mundo, apenas pôr falta de recursos não eram visualizadas pêlos estudiosos  e sábios primitivos), SÃO RAZÕES PARA MUDAR O CURSO DE TODOS OS

ACONTECIMENTOS DA HISTÓRIA DA HUMANIDADE